Caso contrário, você corre o risco de sofrer perdas que não podem ser recuperadas, como:

Divisão Injusta

Ocultar bens ocorre quando um dos cônjuges não divulga a lista de seus bens, tornando difícil para o outro comprovar sua existência (temos maneiras de rastrear o patrimônio).

Dívidas Inesperadas

Se você não souber de uma dívida que seu ex-companheiro tinha, você ainda pode ser responsabilizado por parte dela, especialmente se essa dívida beneficiou o casal de alguma forma. Isso pode levar à penhora de seus bens.

Perda do Imóvel

A perda da propriedade de um imóvel pode acontecer quando um dos cônjuges abandona a casa, e muitas pessoas não estão cientes disso. O abandono refere-se à saída permanente de um dos companheiros do lar.

Risco Desnecessário

Isso pode causar problemas emocionais, estresse constante e discussões frequentes. Isso acontece porque você não tem certeza dos seus direitos e não reúne as evidências e documentos necessários, o que o deixa sem um plano para lidar com a situação.

Perda dos Filhos

Correr o risco de ficar separado dos seus filhos por um longo período, perdendo o vínculo afetivo com eles, ou de que o filho seja levado para fora do estado sem você saber onde está, ou de mudanças de endereço sem o seu consentimento, ou mesmo de perder a guarda devido a alegações falsas do seu ex-companheiro.

Pensão Alimentícia

Ficar um longo período sem receber pensão para os filhos pode afetar a dignidade e o padrão de vida que eles tinham durante a união. As crianças percebem quando as coisas mudam e isso pode impactar negativamente a qualidade de vida delas.