Igrejas podem funcionar


Igrejas podem funcionar
Social

Atividades religiosas são consideradas atividades essenciais, e, portanto, podem ter seu funcionamento normal, desde que seguidas as regras de saúde básica a fim de se evitar o contágio do Covid-19. Decreto 10.292/20.