É melhor um mal acordo ou uma boa briga?


1 min de leitura
12 Apr

Cuidado com essa frase, porque não é bem assim que funciona.

Tudo é questão de estratégia!

Quando há um acordo as partes decidem mão para não "render" uma briga judicial.

Contudo, será que sempre é bom um acordo?

  • Temos o fator tempo – sabemos que um processo judicial demora muito e, se a demora for ruim pra você, deve-se pensar em um acordo. Mas se a demora não for te atrapalhar, precisamos pensar se vale a pena, mesmo, um acordo.
  • Temos o fator financeiro – se a demora, ou não, for prejudicar você financeiramente, temos que pensar em um acordo. 

E assim por diante!

Para saber o que é melhor para você, é necessário alinhar as estratégias judiciais com seu advogado e ver, lá na frente, como isso ficará.

Não tome decisões precitadas apenas para resolver logo o problema. Pensa muito a respeito das vantagens disso.

O que mais vejo são pessoas ansiosas, que querem resolver logo as coisas, não dando tempo ao tempo, e isso pode ser muito ruim lá na frente.


Esperamos que o presente artigo possa auxiliar a todos que estão em busca de respostas a respeito do tema e, precisando, pode nos chamar no whatsapp.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.