Caso Neymar - As duas versões!


1 min de leitura
01 Aug
01Aug

QUESTÃO JURÍDICA 1

 

SÍNDROME DA MULHER DE POTIFAR

DESVIRTUAMENTO DA LEI MARIA DA PENHA

 

A síndrome da mulher de Potifar é tratada pela criminologia como sendo a conduta de falsa acusação de crimes sexuais contra homens.

Aqui é onde há o desvirtuamento da Lei Maria da Penha pelas mulheres, além de desrespeito às mulheres que realmente anseiam por proteção, atenta contra o pleno funcionamento da justiça, presta um desserviço a luta diária por equidade de mulheres dignas e viola os diversos direitos do acusado injustamente.

 

DENÚNCIA FALSA É CRIME!

 

QUESTÃO JURÍDICA 2

 

RELATIVIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

CULTURA DO ESTUPRO

 

O termo “cultura do estupro” tem sido usado desde os anos 1970, para apontar comportamentos sutis ou explícitos que silenciam ou relativizam a violência sexual contra a mulher.

A palavra “cultura” no termo “cultura do estupro” reforça a ideia de que esses comportamentos não podem ser interpretados como normais ou naturais.

Se uma mulher diz não, é não! Não importa as circunstâncias e as situações. O crime não tem testemunha ocular e demonstra ainda mais a fragilidade da mulher.

 

SEXO SEM CONSENTIMENTO É CRIME!

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.