Brasil não poderá exportar produtos médicos


1 min de leitura
03 Jun
03Jun

Está proibida a exportação de produtos médicos, hospitalares e de higiene essenciais ao combate à epidemia de corona vírus no Brasil. É o que determina a Lei 13.993/2020!


“A medida tem o condão de preservar os interesses e a saúde da população brasileira, em meio a um cenário de crise que se mostra cada vez mais preocupante”, analisou a senadora.


Até aí tudo bem. Mas vamos pensar no seguinte: O Brasil, conforme apontam os dados de 2018 do MDIC, é o 29º maior importador do mundo, sendo a China o país que mais exporta para o Brasil.


Por que eu disse tudo isso? Para fazer você pensar um pouco sobre como funciona as relações exteriores e como isso acaba por impactar a nossa vida aqui no Brasil. Cada medida aqui, reflete lá fora e reflete como se dá a valorização do Brasil perante o mercado mundial, bem como reflete nos direitos e garantias de cada consumidor.


Mercado mundial? Sim... Você já ouviu falar em variação cambial? Ele tem tudo a ver com as compras que você faz e é o que faz você pagar mais caro por produto se o dólar subiu, ou mais barato, caso o dólar tenha abaixado.


Assim, se o dólar é desvalorizado, crescem as importações e diminuem as exportações.


Ah... tem ainda um índice que chama RISCO-PAIS, que mostra o grau de instabilidade de determinado país, do qual, quanto mais alto for o índice, mais perigoso é para o investidor aplicar seu dinheiro naquele país. Quanto menor for o índice, mais investidores serão atraídos.


O consumidor consciente precisa conhecer alguns detalhes da sua compra, para poder negociar os valores e não ser enganado por empresas de má-fé.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.